Artigos Publicados

A imagem que ilustra o artigo sobre Releitura de Obra do blog de Marco Baptista, é vibrante pintura que estiliza a icônica Torre Eiffel com pinceladas expressivas e cores vivas contra um céu azul-turquesa. Texturas robustas e uma paleta multicolorida dão vida à cena urbana, evocando uma sensação de movimento e energia.
Autorretratos de Pintores capturados em ação, onde uma mão, como a do pintor Marco Baptista, segura um pincel fino, detalhando cuidadosamente uma tela que está fora de foco. A atenção meticulosa do artista é evidente pela precisão de seu gesto, enquanto a luz suave acentua a textura do pincel de madeira e das cerdas, bem como a pele e as unhas bem cuidadas da mão que trabalha.
Retratos e Autorretratos em destaque nesta reprodução de uma obra renascentista, exibindo um casal nobre em trajes de época. À esquerda, um homem de pé, vestindo uma capa escura e um chapéu extravagante, faz um gesto sutil com a mão. À direita, uma mulher em pé, trajando um vestido verde longo com mangas azuis e um véu branco cobrindo o cabelo, coloca a mão sobre o ventre, sugerindo maternidade. Ao fundo, detalhes arquitetônicos da sala e um espelho convexo capturam a figura do pintor, refletindo a complexidade e profundidade que Marco Baptista admira e estuda em sua própria prática artística.

O termo releitura de obra é muito comum nas aulas de Artes do Ensino Fundamental. É muito provável, inclusive, que você já tenha feito a famosa “releitura de obra” na sua época de escola. Continue lendo.

Os autorretratos faziam parte da produção de diversos artistas na Academia. Neste artigo vamos entender um pouco melhor a forma como este tipo de estudo fazia parte das produções da época. Continue lendo.

Assim como natureza morta, paisagem ou pintura de gênero, o retrato é um gênero da pintura em que quase todos os pintores e escultores se dedicaram em algum momento. Continue lendo.

A estética kitsch é evocada por esta escultura de uma figura feminina clássica, que exibe traços suaves e um leve sorriso. A estátua, em mármore pálido, segura delicadamente o tecido de sua vestimenta, demonstrando a habilidade do escultor em capturar detalhes finos e expressões subtis. Enquanto a arte contemporânea pode explorar o kitsch como uma forma de expressão, Marco Baptista aprecia e estuda elementos tanto da arte clássica quanto de movimentos modernos em suas próprias práticas artísticas. A escultura está posicionada contra um fundo desfocado de vegetação verde, sugerindo a colocação em um jardim ou parque.
O artigo que fala sobre como queimaram uma obra de Picasso mostra um livro que se destaca nesta imagem, sugerindo um conteúdo dramático e intrigante sobre o famoso artista. O livro, com uma capa desgastada que apresenta a silhueta de Picasso, repousa sobre uma superfície de madeira, ao lado de um bule de chá de cerâmica com desenhos em azul e branco. A cena evoca um ambiente de estudo e reflexão, o tipo de local onde Marco Baptista poderia se aprofundar nos mistérios e histórias da arte.
O início da academia de belas artes pode ser distante desta imagem, que retrata um cenário de advocacia, com um documento em primeiro plano. Um martelo de juiz de madeira e uma placa com a palavra "ATTORNEY - advogado em inglês" refletem a gravidade e formalidade do sistema jurídico. Um caneta tinteiro vermelha repousa sobre o papel, sugerindo a finalização de um processo legal. Embora remova da esfera das artes, Marco Baptista, como artista e acadêmico, pode apreciar a composição e significado intrínseco em todas as formas de documentação, seja em arte ou em textos legais. A imagem transmite um senso de conclusão e resolução, elementos que podem inspirar temas em suas obras.

A estética kitsch se popularizou em meados da década de 1930. Suas características trouxeram – e ainda trazem – diversas reflexões. Continue lendo.

Uma obra do grande artista Pablo Picasso foi queimada. Em meio isso tudo, decidi falar um pouquinho a esse respeito. Continue lendo.

Desde a Missão Artística Francesa, foram anos muito difíceis até a consolidação da Academia de Artes no Brasil. Continue lendo.

Vídeos para aprofundar o conhecimento sobre arte: técnicas, materiais, ensino de Arte, prática e muito mais.

Uma foto de |Ferreira Gullar.

A arte existe porque a vida não basta.

Ferreira Gullar

Escritor

  • Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
  • Ateliê da manhã.
Pq a teoria sem a prática é vazia.

#aquarela #watercolor #florianopolis #sketch #desenho
  • Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
  • Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
  • Essa é uma semana muito especial por aqui! Na quarta-feira, dia 20, será oficialmente lançado o livro "Acervos & Coleções", que tive o prazer de construir em parceria com a Sandra Makowiecky, a Márcia Escorteganha e o Eugênio Pelegrin. 

Este é o PRIMEIRO livro-catálogo das obras do acervo do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC). É um trabalho INÉDITO, pois é a primeira vez que as obras do Palácio Cruz e Souza podem ser vistas de forma completa.

Durante o lançamento serão distribuídas gratuitamente 100 cópias do catálogo.

Se você está vendo este post, sinta-se convidado a estar lá! 😉

#santacatarina #mhsc #museuhistorico #livro #lancamento #arte #floripa
  • Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
  • Visita de hoje ao @institutocollacopaulo. Já queria ter ido em dezembro, mas acabei só conseguindo ir hoje.

Uma excelente seleção com mais de 100 peças variadas, com temática religiosa, abraçando séculos de arte sacra, só Renascimento à contemporaneidade. São pinturas, esculturas, altares, vitrais, documentos, objetos e muito mais. 

O Instituto fica na Av. Desembargador Pedro Silva, em frente à Praça da Praia do Meio, em Coqueiros. A entrada é franca e vale a pena a visita.

#arte #artesacra #arteemfloripa #florianópolis #florianopolis #cultura
  • Último dia de 2023 em Posadas - Misiones / Argentina.

Feliz 2024 pessoal!

🍾

#argentina #posadasmisiones #misiones #turismo #costaneira #turism #vacaciones
  • Agora oficialmente membro do Comitê de História, Teoria e Crítica de Arte da Anpap - Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas. 

É um prazer integrar oficialmente esse grupo, para o qual já apresentei algumas de minhas pesquisas nos últimos anos. 

😊

#arte #artesplásticas #teoriaehistória #anpap #pesquisa
  • Há alguns dias visitei a Exposição "Lauro Müller e a expedição Roosevelt-Rondon", que está em exibição na Biblioteca Pública de Santa Catarina. É uma exposição modesta, mas com obras de Boscagli, uma verdadeira aula.

Ela estará em exibição gratuita aberta ao público até o dia 09 de setembro, e vale muito a pena a visitação. 

Você já deu uma passada lá? Se foi, me conta o que achou!

E se não foi, coloque na sua lista!

#arte #exposição #boscagli #arteemfloripa #floripa #florianopolis #exposiçãodearte
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito.

Obrigado pela acolhida!

#arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
Hoje foi dia de trocas com os professores do Fundamental I da @escolaadventistacostaesilva, em Joinville - SC. Conversamos sobre Arte e como podemos contribuir para um ensino de arte na escola com mais propósito. Obrigado pela acolhida! #arte #artenaescola #educacaoartistica #joinville #joinvillesc
4 dias ago
View on Instagram |
1/10
Ateliê da manhã.
Pq a teoria sem a prática é vazia.

#aquarela #watercolor #florianopolis #sketch #desenho
Ateliê da manhã. Pq a teoria sem a prática é vazia. #aquarela #watercolor #florianopolis #sketch #desenho
2 semanas ago
View on Instagram |
2/10
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano.

Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição.

Conversamos sobre  como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra.

Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina.

Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este.

#floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
Na quarta-feira passada estive no MHSC, juntamente com @sandramakowiecky @marcia.escorteganha e @eugeniosants em uma conversa acerca do Catálogo que produzimos no decorrer do ano passado, e que foi lançado neste ano. Esse bate papo fez parte da programação da 22ª Semana Nacional de Museus e o objetivo foi falar sobre este, que foi o primeiro catálogo a documentar as coleções de obras de arte da instituição. Conversamos sobre como foi o processo de pesquisa e elaboração da obra. Foi um prazer poder, mais uma vez, estar com esse grupo e participar de mais uma ação tão importante para a história do Museu Histórico de Santa Catarina. Que a Arte nos leve sempre a lugares incríveis como este. #floripa #florianopolis #mhsc #museu #semanademuseus #arte
1 mês ago
View on Instagram |
3/10
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar.

Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu.

Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada.

#mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
Ontem foi um dia memorável. Após mais de 40 anos de existência, enfim podemos dizer que o Museu Histórico de Santa Catarina tem o PRIMEIRO catálogo de obras de sua história. É algo inédito, e que enfim está no ar. Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder contribuir com este momento histórico para o estado de Santa Catarina, juntamente com uma equipe tão bem preparada: @sandramakowiecky @marcia.escorteganha @eugeniosants. Também agradeço a todos aqueles que se fizeram presentes na cerimônia de lançamento oficial, e espero que os exemplares produzidos possam atingir muitas pessoas, ajudando a democratizar e disseminar tudo o que temos de incrível no acervo do museu. Que este seja o primeiro de muitos trabalhos nesse sentido, pois ainda há muito a ser feito. Mas nada como o primeiro passo para dar a largada. #mhsc #museuhistoricodesantacatarina #santacatarina #floripa #florianopolis #arte #cultura
3 meses ago
View on Instagram |
4/10
Essa é uma semana muito especial por aqui! Na quarta-feira, dia 20, será oficialmente lançado o livro "Acervos & Coleções", que tive o prazer de construir em parceria com a Sandra Makowiecky, a Márcia Escorteganha e o Eugênio Pelegrin. 

Este é o PRIMEIRO livro-catálogo das obras do acervo do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC). É um trabalho INÉDITO, pois é a primeira vez que as obras do Palácio Cruz e Souza podem ser vistas de forma completa.

Durante o lançamento serão distribuídas gratuitamente 100 cópias do catálogo.

Se você está vendo este post, sinta-se convidado a estar lá! 😉

#santacatarina #mhsc #museuhistorico #livro #lancamento #arte #floripa
Essa é uma semana muito especial por aqui! Na quarta-feira, dia 20, será oficialmente lançado o livro "Acervos & Coleções", que tive o prazer de construir em parceria com a Sandra Makowiecky, a Márcia Escorteganha e o Eugênio Pelegrin. Este é o PRIMEIRO livro-catálogo das obras do acervo do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC). É um trabalho INÉDITO, pois é a primeira vez que as obras do Palácio Cruz e Souza podem ser vistas de forma completa. Durante o lançamento serão distribuídas gratuitamente 100 cópias do catálogo. Se você está vendo este post, sinta-se convidado a estar lá! 😉 #santacatarina #mhsc #museuhistorico #livro #lancamento #arte #floripa
3 meses ago
View on Instagram |
5/10
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú.

Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis.

Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida.

Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade.

Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar.

Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos.

A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões.

Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos.

Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi.

E agora, qual será a próxima? 😉

#yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
Em janeiro deste ano, minha esposa @denny.baptista e eu fizemos uma viagem de carro que planejávamos há anos: conhecemos os locais das antigas Reduções Jesuíticas na Argentina. Vou compartilhar aos poucos sobre cada uma, começando pela mais longínqua no nosso roteiro: Yapeyú. Situada em Corrientes, Argentina, Yapeyú é um lugar onde, há séculos, os jesuítas viviam em harmonia com os guaranis. Cultivavam a terra, cuidavam dos animais e erguiam casas e igrejas. Aprendendo uns com os outros, formaram uma comunidade unida. Yapeyú se destacava por várias razões. Uma delas era a abundância de vacunos, animais semelhantes aos nossos bois atuais. Eles eram essenciais para a agricultura e alimentação da comunidade. Com o tempo, esses animais se tornaram escassos, forçando a comunidade a buscar novos lugares para viver e trabalhar. Uma curiosidade interessante sobre Yapeyú é a existência de uma casa de passagem. Esta estrutura era especialmente projetada para viajantes a caminho de Buenos Aires. O mais peculiar era sua entrada, situada fora da redução, impedindo que os visitantes entrassem em contato direto com os guaranis. Essa medida garantia a preservação da comunidade indígena, mantendo-a a salvo de influências externas e possíveis conflitos. A saída dos jesuítas da América do Sul marcou uma época de mudanças. Terras antes harmoniosas viram-se envolvidas em disputas entre Brasil, Paraguai e Argentina. E Yapeyú estava bem no centro dessas tensões. Além das reduções jesuíticas, Yapeyú deixou outro legado, sendo o berço de José Francisco de San Martín. Este, desde criança, aprendeu sobre a importância da liberdade. Adulto, tornou-se um herói, lutando pela independência de países sul-americanos. Hoje, Yapeyú é um sítio arqueológico em ruínas, testemunho de uma comunidade de extrema importância para a história do Brasil, Paraguai e Argentina. As fotos que compartilhamos dão um pequeno vislumbre do que foi. E agora, qual será a próxima? 😉 #yapeyu #argentina #missões #missoesjesuiticas #historia
4 meses ago
View on Instagram |
6/10
Visita de hoje ao @institutocollacopaulo. Já queria ter ido em dezembro, mas acabei só conseguindo ir hoje. Uma excelente seleção com mais de 100 peças variadas, com temática religiosa, abraçando séculos de arte sacra, só Renascimento à contemporaneidade. São pinturas, esculturas, altares, vitrais, documentos, objetos e muito mais. O Instituto fica na Av. Desembargador Pedro Silva, em frente à Praça da Praia do Meio, em Coqueiros. A entrada é franca e vale a pena a visita. #arte #artesacra #arteemfloripa #florianópolis #florianopolis #cultura
5 meses ago
View on Instagram |
7/10
Último dia de 2023 em Posadas - Misiones / Argentina. Feliz 2024 pessoal! 🍾 #argentina #posadasmisiones #misiones #turismo #costaneira #turism #vacaciones
6 meses ago
View on Instagram |
8/10
Agora oficialmente membro do Comitê de História, Teoria e Crítica de Arte da Anpap - Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas. 

É um prazer integrar oficialmente esse grupo, para o qual já apresentei algumas de minhas pesquisas nos últimos anos. 

😊

#arte #artesplásticas #teoriaehistória #anpap #pesquisa
Agora oficialmente membro do Comitê de História, Teoria e Crítica de Arte da Anpap - Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas. É um prazer integrar oficialmente esse grupo, para o qual já apresentei algumas de minhas pesquisas nos últimos anos. 😊 #arte #artesplásticas #teoriaehistória #anpap #pesquisa
9 meses ago
View on Instagram |
9/10
Há alguns dias visitei a Exposição "Lauro Müller e a expedição Roosevelt-Rondon", que está em exibição na Biblioteca Pública de Santa Catarina. É uma exposição modesta, mas com obras de Boscagli, uma verdadeira aula. Ela estará em exibição gratuita aberta ao público até o dia 09 de setembro, e vale muito a pena a visitação. Você já deu uma passada lá? Se foi, me conta o que achou! E se não foi, coloque na sua lista! #arte #exposição #boscagli #arteemfloripa #floripa #florianopolis #exposiçãodearte
10 meses ago
View on Instagram |
10/10